Acreditações

 Organismo de Acreditação

Acreditações

Organismo Argentino de Acreditação (OAA)

Credenciada pela OAA como Organismo de Certificação de Produtos sob o Nº OCP 020 no cumprimento com os requerimentos estabelecidos pela Norma ISO/IEC 17065:2012.

GLOBAL G.A.P. – The Global Partnership for Good Agricultural Practice

Credenciada pela OAA para a certificação das Normas GLOBAL G.A.P., as quais controlam o cumprimento do Programa de Boas Práticas Agrícolas (Good Agricultural Practice, G.A.P.) de: frutas e hortaliças, cultivos a granel, gado vacum e ovino, gado leiteiro e aves de curral. A OIA está monitorada pelo GLOBALG.A.P. Certification Integrity Programme (CIPRO).

Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca da República Argentina (MinAgri)

Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da República Argentina

– Conferida pelo Senasa no cumprimento dos requisitos estabelecidos pelo Norma ISO/IEC 17065:2012 – EN 45.011, sobre critérios gerais relativos aos organismos que realizam certificação de produtos sob normas controladas pelo Senasa.

– Habilitada pelo Senasa para a certificação de produtos orgânicos de origem animal na República Argentina, no Registro Nacional de Entidades Certificadoras de Produtos Ecológicos de Origem Animal sob o Nº 001, mediante Nota 15/94-GAPAF.

– Habilitada pelo Senasa para a certificação de produtos orgânicos de origem vegetal na República Argentina, no Registro Nacional de Entidades Certificadoras de Produtos Orgânicos de Origem Vegetal sob o Nº 001, mediante Nota 274/93-GAPAF.

– Habilitada pelo Senasa para a certificação de Identidade Preservada – Não-OGM, no Registro Nacional de Entidades Certificadoras de Identidade Preservada sob o Nº 001, mediante Resolução Senasa 61/2000.

– Habilitada pelo Senasa para a certificação de Atributos de Qualidade em Alimentos sob a Resolução Senasa Nº 280/2001, no Registro Nacional de Entidades Certificadoras de Qualidade em Alimentos sob o Nº 001, mediante Resolução Senasa 148/02.

‘Alimentos Argentinos, una Elección Natural” (Alimentos Argentinos, uma Escolha Natural)

– Habilitada pelo MinAgri para auditar o Selo “Alimentos Argentinos, una Elección Natural” (Alimentos Argentinos, uma Escolha Natural), ao estar habilitada pelo Senasa para a certificação de Atributos de Qualidade em Alimentos sob a Resolução Senasa Nº 280/2001, no Registro Nacional de Entidades Certificadoras de Qualidade em Alimentos sob o Nº 001.

União Europeia

– Habilitada pelo Senasa e reconhecida pela União Europeia, em cumprimento com o Regulamento 834/2007 (ex 2092/91) da Comissão Europeia para a agricultura orgânica; pela qual é reconhecida a República Argentina como terceiro país para a certificação de produtos orgânicos com destino à União Europeia a partir da homologação de ambas as normativas orgânicas.

Japanese Agricultural Standard

– Habilitada pelo MinAgri para a certificação de produtos orgânicos com destino ao Japão, de acordo com as equivalências estabelecidas em normativa orgânica entre o Senasa e MAFF (Ministério de Agricultura, Florestamento e Pesca do Japão) em relação ao Japanese Agricultural Standard (JAS).

IOAS

Credenciada pelo IOAS no cumprimento do Norma ISO/IEC 17065:2012, sobre os requerimentos gerais para organismos que operam sob sistemas de certificação de produtos, com o seguinte alcance: normas OIA para orgânicos e têxteis, equivalência de terceiros países conforme as normas orgânicas de produção e processamento da União Europeia.

International Federation of Organic Agriculture Movements (IFOAM)

Credenciada pelo IOAS para o programa IFOAM, sistema internacional comum de verificação que permite às certificadoras credenciadas oferecer uma garantia de qualidade superior procurada pelos mercados orgânicos.

Canadian Food Inspection Agency (CFIA)

Credenciada pela CFIA (Canadian Food Inspection Agency) para o programa Canada Organic Regime (COR) sob o nº COR00906013, para certificar produtos orgânicos com destino ao Canadá em cumprimento com os requerimentos da Norma do Canadá (CAN/CGSB 32.310) e a lista de produtos permitidos (CAN/CGSB 32.311).

Global Organic Textile Standards (GOTS)

Credenciada pelo IOAS para a certificação da Norma GOTS, com os seguintes alcances: processos mecânicos têxteis (penteado, cardado, fiado, outros) e subprodutos; processamentos sob condições de umidade (lavagem, tingimento, outros), acabamentos de peças, e subprodutos; operações comerciais e produtos relacionados.

United States Department of Agriculture (USDA)

Credenciada pelo USDA como certificadora de produtos orgânicos que cumpram com o National Organic Program (NOP) dos Estados Unidos.

Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro); Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, República Federativa do Brasil.

Habilitada pelo Inmetro para a emissão de certificados de produtos orgânicos no Brasil, de acordo com os requisitos estabelecidos na ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) Norma ISO/IEC 17065:2012.

Soil Association

Reconhecida pela Soil Association no acordo de aceitação de carne e mel orgânicas com destino ao Reino Unido.

Bio Suisse

Reconhecida pela Bio Suisse para o ingresso de produtos orgânicos certificados com destino à Suíça.

Assurance Services International (ASI)
Marine Stewardship Council (MSC)

Credenciada pela ASI (Assurance Services International) em cumprimento com os critérios e princípios da certificação MSC em Pesca Sustentável, a qual certifica a sustentabilidade do sistema pesqueiro em sua totalidade e a rastreabilidade (cadeia de custódia) do produto.

Instituto Brasileiro de Frutas (IBRAF)

Habilitada pelo Ibraf para gerenciar e garantir o Selo Fruta Sustentável, com a supervisão do Comitê Técnico do Ibraf.

Organic Trade Association (OTA)

A OIA é membro da OTA.

Movimento Argentino para a Produção Orgânica (MAPO)

A OIA é sócio fundador e membro da Comissão Diretiva do MAPO.

Câmara de Certificadoras de Alimentos, Produtos Orgânicos e afins (CACER)

A OIA é sócio fundador e membro da Comissão Diretiva da CACER.